fbpx
Agronegócio
Publicação em 19 de maio de 2020

Como realizar o Planejamento e Controle de Manutenção (PCM) de maquinários agrícolas?

Aquela chuva chegando, sua lavoura no ponto para ser colhida e… sua colheitadeira quebra. E agora? 

Qual é o impacto financeiro gerado quando você precisa consertar seu maquinário em plena operação? Será que você tem em seu estoque todas as peças necessárias para colocar a máquina em funcionamento novamente? E os custos de uma equipe parada aguardando o reparo de uma máquina?  

Saiba que você pode evitar vários destes problemas através de um Planejamento e Controle de Manutenção de maquinários bem elaborado, o que chamamos também de “PCM”.  

Os vários cenários de uma máquina fora de operação  

A manutenção de máquinas, implementos e veículos representa uma parte considerável dos custos totais de uma safra e por isto é indispensável que se tenha uma gestão assertiva, buscando evitar problemas com gastos imprevistos, diminuição na eficiência do maquinário e perda na produtividade. 

Seja no plantio, nas aplicações durante o manejo da cultura ou no meio da colheita, a quebra de uma máquina pode levar a dores de cabeça, gastos e até mesmo prejuízos que fazem muita diferença ao final das contas do produtor e impactam diretamente mo resultado do seu negócio.  

Uma equipe parada por falta de maquinário ou o grão que deixa de ser colhido na hora certa geram altos custos que não estavam previstos no início do processo. 

Com o intuito de evitar falhas e prolongar a vida útil do seu maquinário, é necessário realizar todas as manutenções preventivas nos momentos predeterminados, de acordo com critérios específicos informados pelo fabricante, de preferência em momentos de baixa utilização das máquinas.  

Também é válido adotar medidas preditivas como o checklist diário dos principais itens de seu maquinário, como: óleo, engraxamento e peças frouxas antes de iniciar sua plena utilização. 

Simples atitudes como essas, ajudarão a reduzir a probabilidade de falhas em momentos cruciais de sua operação. 

Mas como começo a controlar tudo isso?”  

Posso sugerir 4 passos simples que vão te fornecer insumos suficientes para iniciar seu planejamento e controle de manutenções de maquinário: 

1. Faça um levantamento de seu maquinário

Com a ajuda de seu mecânico, operador ou até mesmo o fabricante, faça um levantamento de quais são as principais revisões que devem ser realizadas. Não deixe de se certificar sobre a faixa de horas ou quilometragem para estas revisões preventivas. 

2. Tenha um controle de horímetros e/ou quilometragem de seus bens

Tenha o cuidado de anotar estes dados a cada evento, seja um abastecimento, alguma parada para manutenções, e se puder, sempre que iniciar e finalizar uma atividade realizada no campo.  

É simples: tenha papel e caneta sempre à mão se você ainda não tem um aplicativo para ajudar nesses controles. 

3. Certifique-se que estes dados estão corretos e não serão perdidos

Efetue o lançamento destes eventos em suas planilhas, controles diversos, e principalmente, no sistema de gestão da sua propriedade, no momento em que acontecerem.  

Sempre informe o horímetro e/ou KM da máquina e não se esqueça que dados incorretos levam a informações e decisões equivocadas.  

Também capacite sua equipe para os lançamentos e sempre confira o que está sendo lançado. 

4. Crie uma rotina de consolidar e analisar estas informações sobre cada máquina

Desta forma, você poderá analisar qual foi a última revisão realizada, e poderá antecipar suas negociações com fornecedores de produtos e serviços, evitando surpresas desagradáveis quando mais precisar de suas máquinas e implementos.

Este conteúdo faz parte do #SiagriTalks, uma série de lives exclusivas para o agronegócio. Caso você tenha perdido a live em que fui o mediador, basta clicar aqui ou no link abaixo: 

Agora é só dar o primeiro passo! Viu como pode ser simples evitar dores de cabeça com manutenções de maquinário com o PCM? 

Fausto Silveira

Fausto Silveira

Graduado em Administração de Empresas, especializado em Finanças e Controladoria. Atua a 4 anos no agronegócio, com foco em tecnologia e gestão para o produtor rural.