Siagri

Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, a SIAGRI tem o orgulho de contar a história de quatro grandes mulheres. Confira abaixo um pouco das trajetórias das colaboradoras Elizandra, Rafaela, Raiane e Madalena:


Elizandra Carmo iniciou sua trajetória na SIAGRI em 2008, como analista de suporte. Cursando o 7º período de Ciências Contábeis e com pouca experiência, Elizandra tinha grandes desafios, mas também muita vontade de aprender. "Com o apoio da minha família e dos colegas de trabalho aprendi muito, superei obstáculos pessoais e profissionais. Meus filhos e minha mãe entendem a paixão que tenho pelo que faço. São minha força e suporte para que eu possa me dedicar ao trabalho", ressalta Elizandra.
A colaboradora, que é mãe da Eliandra de 14 anos, conta que em 2009 deu à luz a Lucas, seu segundo filho. "Tive muito apoio da empresa e de meus colegas. Lembro que no último dia liguei para minha supervisora Liliane e comecei a passar cada detalhe dos chamados que estavam em meu nome e ela insistindo para eu ir embora para o hospital", conta a colaboradora entre risos.
Em 2011, Elizandra foi promovida para supervisora de suporte. "Ganhei a responsabilidade de capacitar a equipe e isso me deixou muito feliz. Ensinar é algo que eu adoro. Em 2016, mais um desafio: a gerência de uma área totalmente nova, que precisava ser estruturada. Por isso, amo estar na SIAGRI, a cada dia somos incentivados a ser melhores", explica.



Rafaela Ramos é formada em Administração com habilitação em Agronegócio, mas sempre teve uma queda pela área de TI. A colaboradora, que é a única analista de implantação do gênero feminino, está na empresa desde 2014 e conta que adora viajar. "Muitas vezes é difícil estar longe das pessoas que amamos, mas por outro lado é muito bom conhecer novos lugares e pessoas. Sempre gostei da estrada e na SIAGRI pude unir o trabalho e a oportunidade de conhecer um pouco mais da diversidade do nosso país", explica.
A colaboradora conta que vem superando desafios desde o início de sua trajetória na empresa, desde o aprendizado sobre as soluções e processos dos clientes. "Trabalhava na área administrativa e tive que aprender muito para superar todos os obstáculos, mas isso só torna minhas conquistas ainda maiores. Busco melhorar sempre e tenho orgulho de receber o reconhecimento de clientes e colegas de trabalho", ressalta.
Nesta data, a colaboradora deixa uma mensagem de motivação para todas as mulheres que têm vontade de exercer essa profissão ou outra que possa parecer diferente ou complicada: "Não se limite! Seja menos Eu não consigo ir e mais - Como farei para chegar lá?", finalizou Rafaela.





Raiane Maria entrou na SIAGRI em 2015 como analista de documentação. Com apenas um mês na empresa, recebeu a proposta de integrar a equipe de testes na área de desenvolvimento do ERP AgriBusiness. A curiosidade que a colaboradora tinha para entender como eram criados os softwares, sites e aplicativos a direcionaram para a carreira na área de TI, uma área em que muitas vezes, a presença de mulheres ainda é novidade. " É gratificante participar da solução de problemas e contribuir para a satisfação dos clientes. O ambiente de trabalho agradável e a proatividade dos colegas ambém são importantes".
A colaboradora, que no futuro almeja trabalhar nas áreas de requisitos ou qualidade de software, acredita que as mulheres ainda precisam superar desafios diariamente em suas carreiras. "Acho que existem barreiras para as mulheres no mercado de trabalho e não só em TI, mas em várias áreas, pois ainda vemos desigualdades entre os gêneros", ressalta.






Madalena Ribeiro é natural de Campo Formoso na Bahia e entrou na SIAGRI em 2009. A auxiliar de serviços gerais, carinhosamente chamada de "Madá", conta que nesses oito anos de história pôde ver a empresa crescer muito. "É muito satisfatório trabalhar em um lugar que se preocupa com o colaborador", diz.
A colaboradora também ressalta que é difícil, mas muito gratificante conciliar a família e o trabalho. Mãe de João Victor de dezoito anos, Enzo de nove anos e Matheus de sete anos, Madalena se desdobra para dar atenção aos filhos e ao marido Álvaro. Para o futuro, a colaboradora sonha com a formação de seus filhos. Madalena conta que dá todo o apoio a seu primogênito, que estuda para cursar graduação em Engenharia Civil.

Deixe seu comentário

Ops, ocorreu um erro!
Olhe os campos que estão vazios ou inválidos:

Preview do seu comentário

Seu Nome

Data de Postagem

Este é seu Comentário..