fbpx
Agronegócio
Publicação em 13 de janeiro de 2021

Como definir o preço e os produtos para sua loja agropecuária

Em 2020, o Brasil atingiu o maior patamar de empreendedores iniciais dos últimos 20 anos, onde 25% da população está envolvida com algum tipo de atividade empreendedora. E nesse cenário otimista, abrir uma loja agropecuária pode ser uma ótima escolha. Mas como definir os produtos e preços para sua loja? O que vender? Como calcular o lucro?

Para atender à expectativa e às necessidades dos produtores rurais, pecuaristas e demais clientes, é preciso estar preparado. Mas quais produtos são essenciais que todo lojista tenha sempre em estoque? Como se planejar para as épocas de vacinação, por exemplo?

É o que vou explicar neste artigo. Acompanhe!

Os 5 tipos de produtos que toda loja agropecuária deve ter

Organização e estoque são os segredos para que sua loja agropecuária consiga atender à necessidade do cliente.

Existem alguns produtos que devem sempre estar na sua prateleira, independente da época do ano ou sazonalidade. São eles:

1.Medicamentos veterinários

A venda de medicamentos veterinários pode ser uma ótima alternativa de negócio para lojistas que pretendem aumentar a sua participação de mercado.

Sendo assim, para quem atende pecuaristas, medicamentos veterinários não podem ficar de fora do estoque.

Na maioria das vezes em que o produtor busca por um medicamento, ele tem urgência em solucionar o problema, por isso é importante manter nas prateleiras os principais medicamentos utilizados para o gado. Você também deve ficar atento à campanha de vacinação das principais doenças e oferecer os materiais necessários, além da própria vacina.

Contudo, os medicamentos também podem ser comercializados para outros tipos de animais, como os domésticos, de carga ou os demais criados em fazendas.

Por isso, é importante lembrar que a comercialização, venda e aplicação de produtos veterinários deve ser realizada por um profissional da área, com experiência e formação.

2. Produtos de nutrição animal

Hoje, as opções de alimentos para os animais são inúmeras, e vão desde rações balanceadas até a comida natural. Entretanto, com tanta variedade disponível, também surge a dúvida de qual produto comercializar.

Nesse sentido, o importante é ter em mente que o seu mix de produtos deve atender a variedade de criações, como:

  • Animais de estimação (ou animais de companhia);
  • De fazenda e gado;
  • Animais de carga ou animais trabalhadores.

Além de rações, é importante ter em seu estoque diferentes tipos de vitaminas e outros suplementos, afinal, elas podem ser compradas em conjunto, aumentando ainda mais as suas vendas.

3. Artigos pet

Trabalhar com produtos pet de qualidade e que estão entre os favoritos do público traz mais diversidade para a loja e estimula o aumento das vendas.

Por isso, a seguir, listamos algumas sugestões de artigos para pet shop que você vender na sua loja:

  • Ração;
  • Petiscos;
  • Coleiras e guias;
  • Produtos para higiene e banho;
  • Potes para água e ração;
  • Casinhas;
  • Rasqueadeiras e escovas;
  • Caixa para transporte;
  • Focinheiras.

4. Acessórios para máquinas agrícolas de pequeno porte

Sabemos que problemas com máquinas agrícolas podem acontecer a qualquer momento.

Portanto, seu cliente precisará que você tenha os itens que ele precisa para que a sua dor seja solucionada o mais breve possível. Aposte em acessórios e ferramentas para máquinas de pequeno porte, como itens para jardinagem e irrigação.

Conheça quais são os equipamentos que eles mais utilizam em suas propriedades para saber o que oferecer. Assim, é possível proporcionar um atendimento ainda mais personalizado em sua loja agropecuária.

5. Produtos para fazendas

O mix de produtos na sua loja agropecuária deve atender as necessidades de produtores da sua região, principalmente daqueles clientes que já são fiéis. Para isso, separamos alguns dos principais produtos que você deve ter em estoque para esse público:

Sementes

Conhecendo o que se planta em cada época é mais fácil manter o estoque preparado para produtores da sua região.

Desse modo, é importante compreender quanto tempo antes o produtor buscará tal produto, para que a loja não corra o risco de ficar sem ele no estoque.

Inseticidas, herbicidas e fungicidas

É importante que a equipe de vendedores tenha conhecimento sobre ocorrências de fungos e pragas que podem prejudicar a plantação dos produtores locais.

Assim, é possível ajudá-los na identificação de problemas que podem comprometer o cultivo, identificar a melhor solução em produtos e orientá-los quanto ao uso.

Adubos e fertilizantes

Em época de plantio, todo produtor precisa de adubos e fertilizantes, afinal, eles contribuem diretamente para a produtividade.

Por existirem diferentes tipos de adubos disponíveis, é interessante que os vendedores saibam as qualidades de cada um e para qual cultura é indicado.

Utensílios e ferramentas para montagem de cercas

O cercamento da propriedade é de extrema importância para garantir a segurança, seja para evitar que os animais fujam ou para a preservação do local e da plantação.

Por isso, é necessário contar com uma variedade de arames, porém os mais procurados são os lisos e farpados.

Sendo assim, além dos arames, é preciso ter no estoque grampos, balancinhos, telas, britadeiras, enxadas, foices, martelos e alicates, além de outros acessórios necessários para a instalação de cercas.

Outros itens muito vendidos são equipamentos de proteção e uso pessoal, como botas, luvas, chapéus, bonés e outros.

Para esses produtos, não há sazonalidade. Então, é importante sempre manter o estoque em sua loja.

Portanto, a que você já sabe quais são os 5 tipos de produtos mais vendidos em uma loja agropecuária, é hora de definir o preço de vendas e considerar seus lucros.

Como definir o preço dos produtos na loja agropecuária

Primeiramente, é necessário conhecer os fatores que formam o cálculo de precificação de produtos. São eles: custos, despesas e lucros.

Os custos são o tipo de gasto que se refere à fabricação ou compra do produto comercializado. Na sua agropecuária, por exemplo, o valor pago aos fornecedores na compra de medicamentos e rações é um custo por ser ligado diretamente às mercadorias.

Já as despesas são os gastos relacionados a tudo o que você precisa para vender esses produtos após fabricá-los ou comprá-los.

Ao somar todas as despesas e os custos, levando em conta que podem ser fixos ou variáveis, consegue-se o valor de cada produto. Sendo assim, definir um preço de venda inferior a esse valor seria prejudicial ao negócio, já que você estaria tendo prejuízo na operação ao pagar mais do que recebe.

O próximo passo sobre como definir o preço dos produtos na loja agropecuária é estipular a margem de lucro para os produtos.

Sendo assim, o cálculo de preço de venda na loja agropecuária fica assim:

Preço de venda = custos + despesas + margem de lucro

É comum que os lojistas definam margens diferentes para linhas de produtos distintas.

  1. Para produtos em que a concorrência é maior e o preço precisa ser mais competitivo;
  2. Para defensivos agrícolas e fertilizantes, aplica-se uma margem mais baixa, que acaba sendo compensada com um lucro maior em outras linhas.

Por fim, mantenha seu estoque sempre organizado

Para que o cliente volte à sua loja, é preciso atenção a alguns fatores, como estoque e organização dos produtos.

Desse modo, para fidelizar seu público, é preciso oferecer aquilo que ele deseja já na sua primeira visita. Ou seja, é necessário ter um estoque mínimo dos produtos.

Para isso, manter seu estoque organizado também é uma necessidade. E a melhor dica que posso dar é: disponha os produtos por setores e os deixe sempre à vista.

Por exemplo, produtos voltados a pecuária, linha agrícola, ferramentas, sementes, uma seção com todos os arames e assim por diante.

Na gestão de estoque é necessário começar pelo mais básico. O primeiro passo é ter um lugar adequado para armazenar os produtos. Escolhido e preparado um local específico para isso, é preciso listar tudo o que será armazenado, relacionando os valores de cada item, a quantidade e as datas de validade.

Sendo assim, você pode seguir o passo a passo listado neste artigo do blog Siagri sobre gestão de estoque na loja agropecuária e melhorar esse processo de forma que o produto certo esteja a disposição no momento mais necessário.

Espero que este artigo tenha ajudado você a entender como definir o mix de produtos da sua loja agropecuária. Continue acompanhando o Blog Siagri para ter mais dicas e informações que ajudarão a melhorar as vendas na sua loja!

Marcos Souza

Marcos Souza

Coordenador da Consultoria AgroScore no Grupo. Há mais de 8 anos no Agronegócio, estruturo processos de Distribuidores de Insumos, Lojas Agropecuárias, Armazéns e Originação de Grãos.