O futuro do Distribuidor de Insumos: desafios e novas tecnologias

Compartilhe

O mercado de distribuição de insumos está em transformação. As aquisições e fusões de empresas e a entrada das multinacionais no mercado brasileiro vêm criando um novo ambiente de negócios que influenciam diretamente o agricultor. E como o Distribuidor de Insumos deve se preparar para esses novos desafios?

Reunimos os principais dados sobre o assunto e as informações que você não pode perder neste conteúdo.

Boa leitura!

Tecnologia para o Distribuidor de Insumos: tendências para os próximos anos

Preparando-se para atender às necessidades de mercado e produção esperadas, o recorde na produção de grãos chegou a 268,9 milhões de toneladas, impulsionado principalmente pela soja e pelo milho.

Tanto otimismo depende de planejamento, gerenciamento de custos, além, é claro, do investimento em tecnologia.

Ferramentas cada vez mais eficientes, sustentáveis e dinâmicos estão sendo criados a partir de modernizações tecnológicas, transformando a realidade do Distribuidor de Insumos. Dentre elas, as principais são:

Aplicativos e softwares de gestão

Hoje, já não é possível atuar de forma individualizada sem que haja uma coordenação dessa coleta de informações em um sistema de gestão especializado. Além da possibilidade de integrar todas as operações dos negócios.

Para os próximos anos, empresas que não contarem com a ajuda dessa tecnologia, poderão ficar atrás de seus concorrentes e perder clientes em potencial.

Inteligência artificial aplicada

Assim como em qualquer outro tipo de tecnologia, os algoritmos programados em máquinas agrícolas também são criados para solucionar problemas, gerando uma série de dados e realizando operações em tempo real.

O governo federal, inclusive, já anunciou a criação da Rede de Inovação em Inteligência Artificial, que deverá investir mais de R$ 140 milhões em projetos deste tipo. Desse total, quase 30% serão focados nos setores do agronegócio e automotivo.

Essa tecnologia, dentro da inovação no agronegócio, atua na área de diagnósticos e previsibilidade, tratando dados, projetando cenários, antecipando situações indesejáveis e fazendo recomendações em tempo real para evitar desperdícios, promover economia e otimizar a produtividade.

Marketplace e e-commerce

Mais de 33% dos agricultores já estão dispostos a comprar insumos online nas próximas duas safras. Assim, estratégias para atrair mais vendas digitais fazem parte de um movimento natural para o Distribuidor.

Se os pedidos, agora, podem ser feitos através da ponta dos dedos, o relacionamento entre o produtor e o vendedor também está a um clique de distância.

Pelo smartphone, o agricultor não tem mais a necessidade de se deslocar até a revenda de insumos para tirar dúvidas e, tampouco, realizar suas compras.

Inovação no setor agro: a ascensão das startups

Para ser considerada startup, a empresa deve declarar em seu ato constitutivo o uso de modelos inovadores. No agronegócio, as startups são chamadas de “agtechs”, sendo 1500 atualmente no Brasil.

O Radar Agtech Brasil 2020/2021 mostra que o País tem 1.574 startups atuando no setor do agronegócio. Em comparação com a pesquisa realizada em 2019, as agtechs ativas aumentaram 40%.

O levantamento também aponta que o estado de São Paulo continua liderando com 48% das agtechs:

O primeiro hub de inovação voltado ao agronegócio do Centro-Oeste foi lançado pelo Grupo Siagri em 2019 e hoje já conta com 6 startups incubadas, são elas:

  • AgriQ – Receituário Agronômico: é uma startup com foco em receituário agrícola, capaz de conectar as informações do mercado produtor ao consumidor, com velocidade e segurança;
  • Assinei: ajuda as organizações a automatizarem o processo de gestão de contratos e documentos desde a etapa de negociação, passando pela elaboração, assinaturas e armazenamento;
  • MyFarm: é um software prático para gerenciamento de propriedades rurais, que ajuda o produtor a melhorar a qualidade das suas decisões e a rentabilidade do seu negócio;
  • NOU: conta com uma plataforma que oferece armazenamento e auditoria eletrônica de documentos fiscais, promovendo a eficiência, qualidade e consistência no compliance fiscal;
  • Plantar Educação: é uma edtech que oferece educação corporativa eficiente para o agronegócio, com uma base completa de cursos e treinamentos, promovendo economia e praticidade na capacitação do colaborador;
  • Implanta: é uma startup focada em inteligência de dados. As soluções são projetadas para atuação global e atendem multinacionais que buscam a excelência em softwares e serviços voltados para a coleta, tratamento e uso de dados para as melhores decisões.

Além das 6 startups já encubadas no Hub, o Conexa realizou recentemente o pré-lançamento de duas novas startups que trazem soluções inovadoras para o agronegócio no Congresso Andav 2021, a Hendow e Kloz.

O Hendow é uma plataforma que se conecta a softwares de gestão ou bases de dados para emitir obrigações fitossanitárias, documentos fiscais ou qualquer tipo de exigências acessórias. Será um aliado fiscal das empresas do agro, trazendo mais praticidade e fluidez aos negócios.

O Kloz consiste em uma plataforma de digitalização dos serviços, que conecta parceiros por meio de uma tecnologia intuitiva e personalizável. Estar presente no online é uma dificuldade de muitas empresas e o Kloz ajudará os distribuidores de insumos agrícolas a se consolidarem no ambiente digital, ganhando e fidelizando mais clientes.

Digitalização na Distribuição de Insumos: soluções integradas

Se o investimento em tecnologia deve ser uma opção a se considerar o quanto antes, é fundamental que a revenda acompanhe os avanços da tecnologia, para melhor organização, controle e consequentemente, lucratividade.

Por isso, há uma necessidade de integrar todos os departamentos em um lugar só, com informações seguras e confiáveis.

E como fazer isso?

Investindo em soluções integradas, com funcionalidades específicas para o Distribuidor de Insumos. Algumas delas são:

  • Funções administrativas: destinadas para a manutenção de dados cadastrais, histórico de informações de clientes, registro de documentos e controle dos contatos do negócio;
  • Fiscal e contábil: para o armazenamento e gestão de documentos fiscais, bem como emissão de notas, controle financeiro, entre outros;
  • Financeiro: total controle dos gastos, lucros e todo o registro geral de caixa;
  • Compras e estoque: permitir uma aquisição de produtos voltada às necessidades do negócio, de acordo com a prioridade e capacidade do estoque;
  • Vendas e faturamento: organizar todo processo comercial aumentando produtividade da sua equipe, evitando falhas no faturamento com a padronização na emissão de seus pedidos de venda e na apuração de comissões de venda
  • Automação de vendas: operação de vendas no campo, com emissão de pedidos de venda direto do cliente, com registro de atividades e consultas de preço, estoque disponível e outras informações em tempo real.
  • Barter: gestão de todo o processo de originação de grãos, com controle de cada etapa, simulações, monitoramento de lavoura e outras etapas, garantindo a segurança para o distribuidor que opera nesta modalidade

Atualmente, o Grupo Siagri fornece tecnologia para mais de 30% dos distribuidores de insumos agrícolas.

Além disso, possui diversas soluções voltadas para o agronegócio brasileiro. Uma delas é o ERP AgriBusiness, software voltado exclusivamente para o setor de distribuição de insumos agrícolas, completo e especializado para o segmento.

Assim, o controle dos processos de um negócio agrícola é feito com mais precisão, o que impacta nos resultados em todas as áreas da sua revenda – administrativa, vendas, barter, financeiro, estoque, armazenagem de grãos, entre outros.

Esse ERP conta com soluções integradas que auxiliam em atividades específicas do Distribuidor de Insumos. Conheça quais são elas:

  • Assinei: Solução web para gerenciamento de contratos, assinatura eletrônica e digital.
  • AgriQ: receituário agronômico em modelo que atende à legislação, com assinatura digital e aplicativo on-line;
  • App Autorize: mais facilidade para aquele gestor que viaja muito e nem sempre fica no escritório para realizar a liberação de operações e senhas;
  • App Sales: aplicativo para automação de força de vendas em campo com monitoramento em tempo real;
  • NOU: plataforma para consulta e armazenamento de notas fiscais e documentos auxiliares;
  • Siagri BI: plataforma de inteligência e análise de dados, com painéis acessíveis via web ou aplicativo, facilitando a visibilidade de oportunidades e as tomadas de decisões.
  • Clover: plataforma de CRM completa para distribuidores de insumos, com recursos de mapeamento do mercado, segmentação de clientes, consultas e registro de atividades.

Bônus: dados importantes para o setor de Distribuição de Insumos

No contexto atual e visando a retomada pós pandemia, alguns reflexos e impactos de toda essa transformação nos negócios da distribuição de insumos serão sentidos.

O produtor, que já vinha mudando em termos de perfil, profissionalização, acesso à informação e capacitação (técnica e de negócios) está aproveitando também para rever seus negócios.

Isso traz implicações importantes para as empresas envolvidas na distribuição de insumos, principalmente no que diz respeito a maneira de ofertar produtos, definir novos modelos de atendimento, ajustar sua gestão e investir em tecnologia.

Confira alguns dados importantes para essa mudança:

  • Os Distribuidores possuem planejamento estratégico com objetivos bem definidos, onde 57,9% pretendem abrir novas filiais nos próximos 3 anos;
  • Mais de 30% dos distribuidores utilizam alguma ferramenta digital para ajudar nos processos do dia a dia;
  • Mais de 60% dos Distribuidores já possuem uma ferramenta para realizar a gestão de estoque, acompanhar os indicadores, ter controle sob as entregas e controlar seu fluxo de caixa;
  • 42% dos distribuidores esperam um mercado com médio crescimento na sua região;
  • O faturamento total do mercado de insumos é de 57 bilhões.

Distribuidor de insumos, vamos juntos para continuar fazendo o campo acontecer!

*Dados apresentados no Congresso Andav 2021

Publicado por:
Coordenador de Consultoria em Gestão com mais de 10 anos de experiência no agronegócio. Especialista em Liderança e Gestão Empresarial e Processos Gerenciais e Administração de Empresas.