Plano Safra 2021/22: R$ 251,22 bilhões liberados para produtores rurais

O Governo Federal acaba de lançar o Plano Safra 2021/22, que possui um montante de 6,3% a mais do que o do ano passado, ou seja, R$ 251,22 bilhões serão investidos em crédito rural. Sendo R$ 165,2 bilhões destinados para operações de juros controlados.

Os financiamentos poderão ser contratados de 1° de julho a 30 de junho de 2022. O valor é dividido entre verbas para custeio e comercialização (R$ 177,78 bilhões),e a parcela destinada aos investimentos (R$ R$ 73,4 bilhões).

Crédito disponível e juros aplicados

De acordo com a Agência Brasil, do total de crédito disponibilizado, cerca de R$ 39,3 bilhões serão exclusivos para o Pronaf – Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar. Médios produtores terão acesso a R$ 34 bilhões pelo Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp).

Para pequenos e médios produtores, as taxas de juros tiveram aumento médio de 10% em relação ao último ano. Já os grandes produtores poderão contratar financiamentos com juros de 7,5% a.a. para custeio e 8,5% a.a. para financiamento de máquinas.

Os financiamentos realizados via cooperativas de crédito, crédito industrial e capital de giro terão taxa de juros de 8% a.a. Integração lavoura-pecuária, recuperação de pastagens, irrigação e construção de armazéns terão juros de 7% a.a.

Para investimentos de sustentabilidade, considerados pelo Governo como os mais importantes, o valor da taxa de juros será de 5,5% a.a. Os investimentos em sustentabilidade abrangem projetos de recomposição de reservas legais e áreas de preservação permanentes (APPs).

tabela 1 plano safra 2021/22

tabela 2 plano safra 2021/22

Sustentabilidade

Os projetos sustentáveis foram o destaque do Plano Safra 2021/22, sendo o Programa para Redução de Emissão de Gases de Efeito Estufa na Agricultura (Programa ABC) a principal linha para financiamento de iniciativas sustentáveis, tendo um aumento de 101% em relação ao ano passado.

Além disso, estão previstos financiamentos para aquisição e construção de instalações para a implantação ou ampliação de unidades de produção de bioinsumos e biofertilizantes em propriedades rurais, para uso do próprio produtor.

Projetos de implantação, melhoramento e manutenção de sistemas para a geração de energia renovável também serão contemplados. Iniciativas de geração de energia elétrica coletivos, a partir de biogás e do biometano, terão como limite de crédito R$ 20 milhões.

Atlas do Agronegócio Brasileiro

A CropLife Brasil disponibilizou recentemente o Atlas do Agronegócio Brasileiro: Uma Jornada Sustentável. Nele, estão apresentados dados e fatos, mostrando como a inovação vem contribuindo para a sustentabilidade no campo.

De acordo com o conteúdo, o agronegócio brasileiro se desenvolveu ao longo dos anos mantendo 66% dos biomas brasileiros intactos. Além disso, o país sempre cumpriu os acordos internacionais para preservação do meio ambiente.

Para saber mais, acesse a página oficial do Atlas do Agronegócio Brasileiro e faça o download gratuitamente.

Seguro Rural

O Seguro Rural também foi ampliado pelo Plano Safra 2021/22, a subvenção ao Prêmio do Seguro Rural será de R$ 1 bilhão para o próximo ano. Com esse valor, a área segurada e os produtores rurais atendidos aumentaram mais que o dobro em relação ao último período.

Ao todo, o valor total segurado será de R$ 55,4 bilhões, com isso é possível contratar aproximadamente 158.500 apólices de seguro e proteger 10,7 milhões de hectares.

Armazenagem

Serão destinados R$ 4,12 bilhões para a construção de armazéns em fazendas, um aumento de 84% em relação ao Plano Safra 2020/21. Para a construção de armazéns com capacidade de até 6 mil toneladas a taxa de juros é de 5,5% a.a. Os de maior capacidade terão a taxa de 7% a.a.

Conclusão

O foco do Plano Safra 2021/22 é ampliar projetos de sustentabilidade no agronegócio brasileiro, mas além disso, diversas outras áreas de produção agrícola foram contempladas pelo montante de R$ 251,22 bilhões liberados para crédito rural.

Agora, cabe ao produtor se informar e analisar bem qual linha de crédito se adequa melhor às necessidades de seu negócio rural para a próxima safra. Aproveite e leia também nosso texto completo sobre crédito rural para produtores.

Publicado por:
Consultor de Implantação de Sistemas na Siagri com mais de 10 anos de experiência no agronegócio. Especialista em Gestão de Negócios, Controladoria de Finanças e Administração.