Análise de risco no agronegócio: como o Distribuidor de Insumos pode se resguardar?

Compartilhe

Entre a venda e o faturamento de um pedido, os distribuidores de insumos passam por uma etapa essencial para seus negócios: a análise de risco de seu potencial cliente, também conhecida como concessão de crédito rural.

Essa análise existe para que antes de finalizar a compra, o negociante possua uma garantia de que receberá pelos produtos comercializados. Dependendo do histórico financeiro do comprador, o distribuidor pode optar pela CPR (Cédula de Produto Rural) ou pelo penhor agrícola como garantia.

Desde que a Resolução 4.631/18 do Bacen foi publicada, essa modalidade de crédito comercial se tornou possível. Com isso, distribuidores assumiram o papel de pequenos bancos e atuam além da mediação entre instituições financeiras e produtores, fazendo eles próprios suas análises de risco.

Com o crescimento de negócios de distribuição de insumos, garantir que as vendas sejam fechadas dentro de uma margem boa e com clientes que possuem bom histórico se tornou um desafio para os gestores desses negócios. Por isso, é importante investir em boas práticas de aprovação dos pedidos.

Atenção aos fatores de risco

Um dos principais fatores de risco ao distribuidor são os produtores rurais que levam problemas de uma safra para a outra. Com essa falta de recursos eles podem acabar atrasando o pagamento dos insumos agrícolas. Analisar o histórico financeiro do produtor é essencial por conta disso.

Na hora do cadastro do produtor rural, o distribuidor deve pedir informações e documentações para se resguardar. Após realizar a revisão jurídica do perfil do cliente, tenha as propriedades daquele produtor no seu sistema, o tamanho da área plantada, quais são seus cultivares, faturamento da última safra e outras informações que sejam aderentes ao perfil do cliente.

Fatores climáticos, de mercado, regionais, de cultura, armazenamento, exportação também são cruciais no agronegócio e devem ser levados em consideração na hora da análise dos potenciais clientes da distribuidora agrícola.

Capacite sua equipe!

Fazer uma análise de risco de crédito não é um trabalho simples, por isso, invista na capacitação de seus funcionários. A qualificação desses profissionais poderá ser a garantia que a gestão terá de que julgamento equivocados não serão realizados pela equipe frequentemente.

Além disso, uma equipe bem capacitada ajuda a aumentar a eficiência operacional de qualquer negócio. Com padrões pré-definidos para concessão de crédito e gestão de garantias também será mais fluído para o time da sua empresa trabalhar no dia a dia.

Como a tecnologia pode ajudar na análise de risco?

Ter um bom monitoramento de seu negócio agrícola ajuda na hora de conceder crédito agrícola para produtores. Atualmente, já existem soluções tecnológicas criadas para atenderem os principais desafios dos distribuidores agrícolas na etapa de análise de crédito.

Ao investir em um software de gestão, o departamento financeiro e contábil da empresa consegue automatizar processos – ganhando em agilidade nos processos que geralmente possuem margens apertadas.

A integração de informações em um só lugar, aliada a ferramentas especializadas, organiza o cadastro dos clientes, faz o gerenciamento de garantias e elimina inconsistências de dados.

Siagri AgriBusiness

No ERP Siagri AgriBusiness, quando um cliente fora do perfil de análise de crédito da distribuidora de insumos é cadastrado, o próprio sistema avisa ao profissional responsável que aquela venda poderá gerar risco financeiro à empresa.

Quer saber mais sobre o ERP Siagri AgriBusiness? Solicite uma demonstração com um de nossos consultores.

 

Publicado por:
Arquiteto de Soluções na Aliare. Graduado em Sistemas de Informação, MBA em Empreendedorismo e Inovação. 8 anos de atuação apoiando organizações a evoluírem seus processos através de softwares de gestão.