Como realizar o fechamento financeiro na Revenda de Insumos Agrícolas?

Compartilhe

O fechamento financeiro na Distribuição de Insumos é um processo em que são apuradas todas as movimentações que ocorreram durante a safra.

No Brasil, a colheita de grãos já está acontecendo e as empresas do setor de Distribuição de Insumos que atuam com a modalidade Barter iniciaram a operação de recebimento de grãos.

Neste período, acontece o fechamento financeiro, consolidando informações de receitas e despesas do ciclo que representam os resultados do negócio. E para que isso aconteça, o distribuidor precisa ter organizados todos os registros de valores e condições negociadas com o produtor.

Sendo assim, devido à grande importância do fechamento financeiro para o segmento de Distribuição, preparamos um conteúdo com dicas práticas para esse período. Confira!

O procedimento de fechamento financeiro

O fechamento financeiro é utilizado em inúmeros negócios como um processo determinante para manter a saúde financeira da empresa a longo prazo. E no agronegócio isso não seria diferente!

Nesse sentido, se intensificando com a chegada dos grãos e os recebimentos, o fechamento financeiro na Distribuição de Insumos deve acontecer com antecedência e planejamento.

Ele é uma peça fundamental para manter o controle dos pagamentos e recebimentos do negócio. Dessa forma, o gestor consegue ter segurança diante do que é preciso receber do produtor e o que será repassado para indústria de insumos.

O objetivo é, portanto, identificar e discriminar todas as operações de forma correta, de modo que cada uma delas seja examinada e contabilizada.

5 dicas para realizar o fechamento financeiro na Distribuição de Insumos

A organização para o fechamento financeiro começa ainda antes do plantio dos grãos.

Por outro lado, o Distribuidor vai receber apenas no final da safra, geralmente depois de seis meses, ficando exposto a uma possível quebra da produção agrícola, que pode acontecer por motivos climáticos, mercadológicos ou econômicos.

Sabendo disso, separamos 5 dicas para realizar o fechamento financeiro visando evitar perdas e inadimplência:

  1. Organize e mantenha atualizadas todas as informações das condições negociadas com o produtor, antes mesmo do início do plantio;
  2. Conte com uma maneira fácil de acessar essas informações e saber quem são os produtores que estão em dívida para realizar a cobrança;
  3. Execute garantias hipotecárias contra o produtor em caso de não haver condições de pagamento, garantindo o custeio do investimento;
  4. Mantenha atualizado, sempre, o cadastro histórico, com informações da produtividade desse cliente, incluindo as fazendas, culturas cultivadas e o nível tecnológico utilizado. Garantindo, assim, segurança na venda.
  5. Acesse com facilidade suas condições de pagamento para a indústria de insumos. E para isso, também é necessário ter todas as informações do que foi negociado, prazos, juros e muito mais.

Dessa forma, para melhorar os resultados e garantir o fluxo de caixa positivo, é recomendável tentar adiantar o recebimento de vendas a prazo e consequentemente, também adiantar o pagamento para a indústria, obter melhores condições e descontos.

A antecipação de recebíveis para o distribuidor de insumos agrícolas

A antecipação de recebíveis trata-se de uma linha de crédito que permite adiantar o recebimento para o Distribuidor.

Conforme já citamos, no agronegócio é muito comum o distribuidor de insumos fechar uma venda através da operação de Barter, onde o produtor rural compra a prazo e paga com parte da sua futura produção.

Ainda assim, o Barter apresenta riscos para o Distribuidor.

E nesse cenário, acontece o serviço de antecipação de recebíveis, onde o distribuidor “vende” as CPRs (Cédulas de Produto Rural),documentos que oficializam a operação de Barter, para os fundos de investimentos, gerando oportunidades e benefícios para a empresa.

Conforme explicado acima, o processo funciona, normalmente, da seguinte maneira: as CPRs recebidas pelas distribuidoras são analisadas e após se certificar sobre o risco que a operação envolve, elas são negociadas com o mercado de capitais, que paga à vista para o distribuidor.

Os benefícios da antecipação de recebíveis

A antecipação de recebíveis traz benefícios tanto para a distribuição, como para os produtores.

Conheça algumas vantagens:

  • O distribuidor recebe no início da safra. Isso faz com que, ao comprar os insumos de uma indústria à vista, ele possa negociar descontos que podem chegar a 15%.
  • A revenda se livra do risco, seja de inadimplência ou de quebra de safra. Se o produtor não conseguir arcar com o pagamento, a responsabilidade passa a ser do fundo que adquiriu a CPR.
  • A antecipação incentiva os distribuidores a dar mais crédito ao produtor rural, através da operação de Barter.

Assim, é possível reduzir riscos e aumentar o fluxo de caixa.

Tecnologia facilita a gestão financeira dos negócios

Mas como organizar todas as informações das condições negociadas com o produtor, até o recebimento do pagamento?

Portanto, muitos distribuidores ainda têm dificuldades para organizar a gestão financeira do seu negócio.

Em outras palavras, o planejamento, a organização e o registro correto de informações tornam o processo de fechamento financeiro mais confiável e prático.

Desde a venda, até o plantio, colheita, recebimentos e pagamentos, é necessário ter todas as informações centralizadas em um só local.

É pensando nisso que queremos reforçar a importância da gestão financeira e de um bom controle de todos os dados do seu negócio.

O ERP Agribusiness, sistema de gestão especializado para o Distribuidor de Insumos do Grupo Siagri, conta com diversas funcionalidades que permitem essa gestão de ponta a ponta.

Além de gerenciar todas as operações comerciais e financeiras, conte com um módulo completo para suas operações de Trocas, onde é possível:

  • Negociar em diversas moedas;
  • Gerenciar contratos de originação e vendas;
  • Fazer o monitoramento das lavouras;
  • Emitir a CPR;
  • Fazer análises da exposição das negociações de compra e venda;
  • Realizar a análise da margem de contribuição;
  • E muito mais!

Quer saber como funciona na prática? Clique aqui para solicitar uma demonstração do ERP AgriBusiness ou na imagem abaixo:

Pronto para realizar o fechamento financeiro de safra na sua Distribuição com as dicas? Lembre-se que você pode contar com o Grupo Siagri e todas as tecnologias voltadas para o Distribuidor!

Publicado por:
Coordenador de Consultoria em Gestão com mais de 10 anos de experiência no agronegócio. Especialista em Liderança e Gestão Empresarial e Processos Gerenciais e Administração de Empresas.