A importância da Regulação de Maquinário Agrícola para a produtividade

Compartilhe

Durante a produção das lavouras é necessário estar atento a regulação de maquinário agrícola, pois é neste período que os produtores rurais precisam que seus equipamentos estejam funcionando a todo vapor.

Com o maquinário regulado, seguindo as especificações técnicas de cada fabricante, a execução dos processos necessários no campo é mais eficiente. Caso haja uma falta de atenção às regulagens e manutenções o produtor poderá acabar passando por algum tipo de prejuízo.

Se uma plantadeira, colheitadeira, trator ou outro tipo de implemento agrícola estragarem por falta de manutenção além do gasto adicional em reparos, pode acontecer uma perda de produtividade na safra em consequência de danos aos cultivares.

Por isso, selecionamos algumas etapas que são consideradas boas práticas de regulação de maquinário agrícola, falaremos sobre cada uma delas no decorrer deste artigo.

Conhecendo seu maquinário agrícola

O primeiro passo para ficar com a parte de máquinas da sua fazenda em dia é conhecer seu maquinário e saber quais variedades são utilizadas no seu negócio rural. Existem algumas categorias básicas que podem ser utilizadas para essa definição:

  • Maquinário de preparação do solo;
  • Plantadeiras e semeadoras;
  • Adubadoras;
  • Roçadoras;
  • Pulverizadores;
  • Tratores e colheitadeiras;
  • Máquinas de processamento de grãos;
  • Transporte e manuseio (caminhões e carretas);
  • Perfuradores de solo e mais.

No texto “Os 8 implementos agrícolas mais utilizados pelos produtores rurais” aqui do Blog Siagri, falamos mais sobre a maioria das máquinas listadas acima, não deixe de conferir.

Tipos de manutenção

Agora que você já levantou a lista do maquinário agrícola utilizado na sua fazenda, chegou a hora de entender quando é necessária uma manutenção nesses equipamentos. Existem dois tipos de manutenção mais comuns: a corretiva e a preventiva.

Manutenção corretiva

A manutenção corretiva é feita quando já existe alguma falha ou defeito no equipamento ou implemento agrícola, isso pode ocorrer por conta de componentes danificados, desgastes ou erros de fabricação.

Para o produtor rural, quando menos manutenções desse tipo forem necessárias melhor, já que elas são mais caras e podem parar processos importantes, como a plantação ou a colheita de uma safra gerando prejuízos.

Manutenção preventiva

Como o nome já sugere a manutenção preventiva é realizada antes que o defeito venha a acontecer. Por conta disso, ela é a mais indicada já que prevê danos e os corrige antes que o maquinário sofra mais com determinado problema.

Todos os fabricantes colocam no manual do produto as datas indicadas para realização das manutenções, fique atento a elas. Com a manutenção em dia seu maquinário conseguirá executar suas funções adequadamente.

A tecnologia como aliada

Sabemos que a tecnologia vem se mostrando com o passar dos anos uma grande aliada do agronegócio brasileiro, e em relação às máquinas agrícolas não é diferente. Com maior facilidade para coleta de dados das lavouras se tornou possível realizar melhores planejamentos e otimizar a produção.

Aqui no Blog Siagri, temos um conteúdo voltado para a escolha das máquinas certas para cada fazenda, leia “Máquinas agrícolas: como escolher a ideal pra sua fazenda?”.

 

Publicado por:
Arquiteto de soluções na Siagri com mais de 9 anos de experiência no agronegócio. Especialista em Ciências Contábeis e Sistemas ERPs.