Como escolher um software de gestão agrícola para sua fazenda?

Compartilhe

Um problema comum a muitos produtores rurais é a dificuldade de administração do escritório e de sua produção como um todo. Por isso, muitos optam pelo uso de um software de gestão agrícola que integra todas as áreas do negócio.

Com um software de gestão específico para o agronegócio, os produtores controlam as áreas administrativas, financeiras, comerciais e produtivas de suas fazendas em um único sistema. Isso garante mais agilidade nos processos e pode gerar mais lucratividade.

new RDStationForms(‘conteudo-7-produtor-software-de-gestao-0eb29ddc5098cf51d131’, ‘UA-43901632-1’).createForm();

O que é um software de gestão?

Um software de gestão é um conjunto de aplicativos, sites e programas criados para ajudar no gerenciamento agrícola.

Nele, o produtor rural consegue monitorar todas as etapas de seus cultivos: desde o planejamento de plantio até a armazenagem e comercialização.

Com essa ferramenta tecnológica, os recursos humanos, financeiros e materiais da fazenda são melhor gerenciados.

Além disso, o uso de um software de gestão agrícola ajuda o produtor rural a simplificar as operações de seu negócio e fornece informações que podem ser utilizadas nas tomadas de decisões.

Benefícios de um software de gestão agrícola

Hoje em dia existem diversas soluções tecnológicas disponíveis para os produtores rurais. Elas atendem diferentes necessidades, portanto a chance de achar um software de gestão que se encaixe perfeitamente no seu negócio é alta.

Dentre os benefícios do uso de um sistema de gerenciamento estão:

  • Economia de tempo;
  • Mais informações para tomada de decisões;
  • Aumento da rentabilidade;
  • Redução de custos;
  • Gerenciamento completo de todos os setores da fazenda.

Quais funcionalidades um software para fazendas deve ter?

O software de gestão agrícola que vai atender melhor o produtor rural deve ser flexível de acordo com as necessidades de cada negócio.

No geral, é necessário que o gerenciamento contemple as áreas administrativas, financeiras, de produção e armazenagem.

Administrativas

A parte administrativa de um software de gestão é a destinada para o controle dos setores de compras, comercial, para o registro de documentos, o controle de almoxarifado e os contatos do negócio.

Financeiras

Na área financeira ficam a parte de custos agrícolas e orçamentos. Com esses dados, o produtor rural pode fazer a análise de fluxo de caixa diária, mensal e anual.

Análise de fluxo de caixa é uma ferramenta que ajuda no controle financeiro de um negócio. Quando bem feita, pode evitar gastos desnecessários (como a compra de insumos que já existem em estoque) e ajudar nas tomadas de decisões da gestão agrícola.

Algumas vezes o produtor rural possui grande sucesso na produção de seus cultivos, mas tem dificuldades para gerir a parte financeira do seu negócio. Os módulos de finanças de um software de gestão rural ajudam no monitoramento dessa área.

Contabilidade gerencial

Os produtores rurais como pessoas físicas não possuem a obrigação de entregar a contabilidade, porém vários optam por fazê-la dando o nome de contabilidade gerencial.

Com isso, eles conseguem fazer o controle de seu negócio rural semelhante ao de uma empresa jurídica. Facilitando a solicitação de empréstimos/financiamentos em bancos, que muitas vezes solicitam essas informações.

Além disso, possuir um controle de financiamentos e consórcios é muito relevante na área de finanças de uma fazenda.

Outro ponto que precisa ser lembrado são as obrigações acessórias, que são declarações mensais, trimestrais ou anuais que têm como objetivo mostrar à Receita Federal todas as informações fiscais de um negócio agrícola.

Produção agrícola

Um software de gestão agrícola precisa estar adaptado as necessidades da produção rural. Nesse módulo ficam o planejamento técnico da safra, o planejamento operacional, o gerenciamento de aplicações, o controle de maquinário, entre outros.

Antes de cada nova safra, é recomendável que o produtor rural consulte profissionais técnicos para analisar seu solo e o que precisa ser melhorado para seu novo cultivo. Nessa hora, possuir informações das safras anteriores ajudam no planejamento de um novo plantio.

Dentro de um sistema de gestão, os dados de cada safra ficam armazenados e podem ser vistos em telas através de gráficos.

Além disso, os softwares são capazes de gerar relatórios (como os climáticos e financeiros, por exemplo) que ajudam o produtor rural na tomada de decisões antes de uma nova lavoura.

Armazenagem

A armazenagem de grãos é uma etapa que pode gerar perdas ao produtor rural, por isso, deve ser feita com atenção.

Com um software de gestão agrícola é possível monitorar todos os processos entre o recebimento dos grãos após a colheita, a armazenagem e a expedição deles.

Assim, o produtor faz a gestão da colheita registrando sua produção, acompanhando previsões (feitas com base na data do plantio e no tipo de cultivar),monitorando as áreas que já foram colhidas e comparando a produtividade entre suas unidades de negócio.

Muitos produtores optam por contratar terceiros para prestar os serviços de armazenagem aos seus produtos.

Isso ocorre porque a estrutura física para a armazenagem é um grande investimento, em contrapartida armazenar em outros lugares também gera custos: quanto mais tempo parado o grão, maior o valor gasto.

Livro Caixa Digital do Produtor Rural (LCDPR)

Desde 2019, os produtores rurais que tiveram receita bruta de atividade rural superior a R$ 4,8 milhões em um ano devem fazer o Livro Caixa Digital do Produtor Rural (LCDPR).

O LCDPR é uma declaração dirigida à Receita Federal que serve para que o Governo consiga monitorar a atividade agrícola no país.

Com o uso de um software de gestão agrícola, a reunião dos dados necessários para o cumprimento dessa exigência fiscal é mais rápida.

No LCDPR devem conter todos os custos, receitas, investimentos e demais encargos feitos pelo negócio agrícola no período de um ano.

Esses valores são comprovados através de notas fiscais, contratos, faturas, recibos, folhas de pagamentos e outros documentos. Todo o processo é feito digitalmente e exige atenção do produtor rural.

O Blog Siagri possui um texto totalmente voltado para como o Livro Caixa Digital do Produtor Rural deve ser feito.

Siagri AgriManager

O Grupo Siagri possui diversas soluções voltadas para o agronegócio brasileiro. Uma delas é o ERP AgriManager, um software voltado para a melhoria da gestão de negócios agrícolas.

O AgriManager dá ao produtor rural a possibilidade de integrar as diversas áreas de seu negócio – administrativa, de produção, financeira, setor de compras, gestão de maquinário, entre outras.

Assim, o controle dos processos de um negócio rural é feito com mais precisão, o que impacta nos resultados do produtor rural.

Conclusão

Neste texto, aprendemos mais sobre softwares de gestão agrícola e qual é o papel deles em negócios rurais.

Os sistemas de gestão proporcionam a integração de todas as áreas de um negócio, facilitando o monitoramento e análise de dados de cada uma delas.

Além disso, fica mais fácil tomar decisões pois os dados registrados podem ser vistos em painéis, gráficos e através de relatórios gerados pelo próprio sistema.

Saiba mais sobre o ERP Agrimager do Grupo Siagri, voltado para produtores rurais com mais de 2500 hectares de lavouras de grãos. Marque agora uma reunião com um de nossos consultores.

Publicado por:
Arquiteto de soluções na Siagri com mais de 9 anos de experiência no agronegócio. Especialista em Ciências Contábeis e Sistemas ERPs.