Segurança no Armazém: como garantir a dos seus colaboradores

Além de manter a segurança no Armazém de grãos, é preciso garantir a segurança do trabalho dos seus colaboradores, seguindo procedimentos específicos, ao mesmo tempo permitindo que o fluxo de trabalho aconteça.

Diariamente, tanto os trabalhadores quanto o estoque de mercadorias estão expostos aos riscos no armazém.

Parte fundamental da gestão de um Armazém é conhecer os principais riscos que existem no armazém e adotar medidas para sua prevenção e, assim garantir a segurança dos funcionários e a manutenção do estoque.

Riscos nos armazéns: o que os operadores podem enfrentar?

O treinamento dos trabalhadores, as inspeções periódicas, a prevenção, o comportamento responsável e uma correta manutenção das instalações são cruciais para garantir a segurança no armazém. Tudo isso ajudará a evitar ou minimizar a gravidade dos seguintes fatores de risco para os trabalhadores do armazém.

Os armazéns, em razão de suas próprias características, podem oferecer mais riscos do que outros setores de uma indústria ou uma empresa comercial. Os principais riscos que você deve se atentar em relação a segurança dos seus colaboradores são:

Incêndios

Os incêndios no armazém podem ser causados por um terremoto, pela combustão incontrolada de substâncias inflamáveis ou pela acumulação de vapores, entre outros fatores desencadeantes. Sua propagação é favorecida pela proliferação de elementos de papelão, plástico ou madeira.

Quedas

Um dos acidentes mais comuns são as quedas:

  • Quedas ao mesmo nível: causadas por escorregões em um solo sujo ou tropeções com elementos incorretamente situados;
  • Quedas em diferentes níveis: acontecem desde escadas, empilhadeiras ou elevadores.

Contato com substâncias nocivas para a saúde

Nos armazéns podem existir substâncias químicas e tóxicas que, por inalação ou contato cutâneo, podem desencadear problemas de saúde. Por isso, é imprescindível armazená-las sempre em recipientes fechados e manuseá-las com os EPIs adequados.

Risco elétrico

O contato com qualquer elemento da instalação elétrica em mau estado (tomadas, fiação, quadros de luz, etc.) pode gerar eletrocussões e queimaduras.

Utilização imprudente dos equipamentos

Seja por distração ou devido à prática inadequada, existem riscos no armazém que têm relação com a imprudência no uso de equipamentos como:

  • Manuseio de equipamentos de pesagem, coleta de amostras e verificação de carga;
  • Os equipamentos de proteção individual (EPI) dos colaboradores;
  • Ferramentas e demais aparelhos eletrônicos utilizados no dia a dia.

Segurança no Armazém: como garantir a dos seus colaboradores?

De acordo com informações do Ministério Público do Trabalho, o Brasil é o quarto colocado no ranking de registros de acidentes de trabalho em todo o mundo.

Quando uma empresa não consegue garantir um ambiente seguro para que os colaboradores se preocupem exclusivamente com suas funções principais, essa organização coloca em risco toda a segurança e saúde. Além disso, sem ações em prol da prevenção de acidentes, toda a estrutura de trabalho pode ficar comprometida.

Entre as principais recomendações e exigências com relação à segurança do trabalho em armazéns, é necessário observar com atenção as seguintes:

1.Mantenha a segurança das instalações

A segurança do trabalho em armazéns deve levar em conta, primeiramente, a própria segurança das instalações, observando-se alguns quesitos especiais:

  • O armazém deve ser montado de acordo com a natureza dos itens armazenados, dos equipamentos exigidos para a movimentação das mercadorias e dos riscos inerentes a cada tipo;
  • É necessário demarcar ou separar os espaços dos itens armazenados;
  • Todo o espaço do armazém deve estar ventilado e iluminado da forma conveniente para otimizar as operações de movimentação;
  • Instalações elétricas devem passar por constante manutenção para evitar possíveis riscos de incêndio.

2. Realize a limpeza e dedetização do Armazém

Além da manutenção preventiva, outra maneira de manter a segurança do Armazém de grãos é realizando a limpeza e dedetização com o objetivo de eliminar os focos de proliferação de pragas que podem infectar novos grãos.

Além de manter a segurança daqueles que operam com estes grãos e possuem acesso aos silos.

Assim, alguns procedimentos são recomendados, como:

  • Realizar a varredura com antecedência e, se possível, lavar toda instalação inclusive tetos e paredes;
  • Queimar o lixo obtido para evitar a infestação da nova safra;
  • Eliminar tocas de alojamento de roedores;
  • Limpar e desobstruir os canais de escoamento de água.

3. Atente-se a manutenção dos Maquinários

Os maquinários requerem manutenções diferenciadas, podendo ser de rotina, emergência e preventiva.

Uma máquina funcionando em bom estado é uma segurança para o colaborador que irá operá-la!

Os maquinários de uma unidade armazenadora correspondem às máquinas de pré-limpeza, limpeza e os secadores. Sendo assim, ao final de cada safra, os secadores devem ser totalmente limpos.

Além disso, antes mesmo do início da safra, também é recomendado avaliar a performance do silo armazenador e do secador. Normalmente realizada conforme especificações dos fabricantes.

Outro fator importante é a necessidade de um plano de controle mais rígido quando há uma alta rotatividade no Armazém, realizando:

  • Inspeção visual pela equipe do armazém para detectar anomalias visíveis e realizar a sua imediata reposição;
  • Revisão semanal pelo responsável de segurança do equipamento de armazenagem para verificar a verticalidade da estrutura e de todos os componentes dos níveis inferiores com notificação, qualificação e comunicação de danos;
  • Inspeção mensal que inclua também os aspectos gerais como a ordem e a limpeza do armazém; com notificação, qualificação e comunicação de danos.

4. Conte com um plano de manutenção

Para garantir a segurança do trabalhador e não ociosidade de máquinas, o melhor a se fazer é implantar corretamente um plano de manutenção.

Um plano de manutenção planejada está relacionado com a vida útil do equipamento. Nesse sentido, existem diversas ferramentas para montar o plano.

O mais importante é reunir as seguintes informações:

  • Os serviços que serão realizados;
  • Data para realização dos serviços;
  • Responsáveis pela execução dos serviços;
  • Recursos necessários para a execução dos serviços;
  • Prazo de duração da execução do serviço;
  • Custo de cada serviço, custo por unidade e o custo total;
  • Materiais que serão aplicados;
  • Máquinas, dispositivos e ferramentas para manutenção.

No Blog Siagri, já temos um conteúdo completo sobre como elaborar e pôr em prática esse plano de manutenção. Acesse e confira:

6 passos para elaborar um plano de manutenção no Armazém de grãos

5. Realize treinamentos e avalie possíveis riscos

Envolver e motivar toda a equipe da empresa para que trabalhe em conformidade com a política de gestão da segurança e a saúde em seu local de trabalho deveria ser um dos principais objetivos da empresa.

Realizar treinamentos como medida preventiva é fundamental, fornecendo aos usuários das instalações cursos sobre o uso seguro e eficaz do equipamento e manuais de segurança referentes a todos os produtos da instalação.

Além disso, a avaliação de riscos é a base para a prevenção de acidentes de trabalho e, se não for feito, será muito difícil determinar as medidas adequadas.

A correta gestão nesta matéria implica inevitavelmente na observação de cinco passos:

  1. Identificação dos riscos e dos trabalhadores expostos.
  2. Avaliação de riscos e atribuição de prioridades aos mesmos.
  3. Planejamento das medidas preventivas necessárias.
  4. Adoção dessas medidas.
  5. Acompanhamento e revisão.

6. Mantenha e melhore a sinalização dentro do armazém

Seja em um escritório ou em outro ambiente de trabalho, a sinalização pode acabar passando despercebida aos olhos das pessoas em uma situação normal. Em um armazém, porém, a sinalização tem papel relevante na prevenção de acidentes.

É fundamental sinalizar, por exemplo, os locais da operação. Que espaço ficará reservado para determinada máquina retirar os produtos? É importante indicar uma zona de segurança para que os funcionários saibam que naquele local, não estão correndo riscos de sofrerem acidentes.

Mas, atenção: a sinalização é importante não apenas para as operações regulares do dia a dia dentro do armazém logístico. Indicar as saídas de emergência, por exemplo, pode ser o diferencial para proteger a vida de algum colaborador.

7. Mantenha atitudes preventivas

Em segurança do trabalho, a melhor forma de evitar qualquer tipo de acidente é com ações preventivas. Mesmo que o armazém siga todas as recomendações de segurança, os operadores devem estar devidamente treinados, sempre com o objetivo de garantir sua integridade física.

Os funcionários, por exemplo, devem atentar para a utilização dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), dispositivos que têm como objetivo proteger a integridade física dos colaboradores.

Utilizar esses equipamentos de maneira adequada, de acordo com o que cada ambiente da empresa exige, é o primeiro passo para tornar o trabalho mais seguro e consequentemente, mais produtivo.

Algumas condições de prevenção devem ser adotadas para manter todo o pessoal em alerta, evitando qualquer tipo de acidente:

  • Manter a sinalização de acordo com os riscos de cada local;
  • Nunca correr para a execução de qualquer tarefa;
  • Sempre entregar o material em mãos, em vez de jogá-los;
  • Utilizar os equipamentos de proteção individual adequados para cada atividade.

Sabemos que a etapa de armazenamento é crucial para assegurar os esforços investidos durante o cultivo da cultura.

Por isso, manter a segurança no armazém é tão importante, contribuindo para que as atividades aconteçam em perfeito estado. Continue descobrindo novas melhorias em seus processos nos mais diversos conteúdos do Blog Siagri exclusivo para Armazéns!

Publicado por:
Coordenador de Consultoria em Gestão com mais de 10 anos de experiência no agronegócio. Especialista em Liderança e Gestão Empresarial e Processos Gerenciais e Administração de Empresas.