Silo-bolsa: vale a pena investir nessa armazenagem?

O silo-bolsa começou a ganhar força no setor de armazenagem de grãos por possibilitar facilidade no manuseio, com um baixo custo de investimento.

Todo ano, o agro brasileiro bate recorde de safra. A estimativa para a safra agrícola de 2022, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), prevê a produção de 270,7 milhões de toneladas de grãos, cereais e leguminosas.

Entretanto, o Brasil não tem onde guardar toda a produção que sai do campo, acumulando um déficit de armazenagem de 100 milhões de toneladas por safra, conforme estudos da consultoria Cogo Inteligência em Agronegócio.

Sem armazéns nas propriedades, os agricultores correm para vender a colheita com os preços do dia, para não acumular perdas.

E uma das alternativas para isso é, justamente, o investimento em silo-bolsa, onde é possível guardar a safra e negociá-la aos poucos, ao longo do ano.

Essa alternativa pode ajudar também os Armazéns de grãos que precisavam de uma capacidade maior de armazenamento, aumento, assim, seu lucro e atendendo as expectativas do cliente.

Vale a pena armazenar em silo-bolsa?

As silo-bolsas ou silo-bags, como são também são chamadas, são compartimentos de armazenamento em formato de bolsas flexíveis, que permitem armazenar todo tipo de grão e silagem.

Imagem 1: silo-bolsa em unidade armazenadora

Normalmente, esse método de armazenagem é aplicado nas culturas milho, soja e arroz.

No Brasil, em 2020, o silo-bolsa teve um aumento de mais de 36% na demanda.

O silo bolsa é um túnel flexível, produzido com polietileno (PE),disponível em diferentes dimensões e com capacidade para conservar grãos por mais de 12 meses.

A solução é de simples manuseio na hora da armazenagem, já que não depende de nenhum tipo de estrutura física especial. Entre as principais vantagens que o uso traz estão a possibilidade aumentar o armazenamento, o baixo custo operacional e a alta rentabilidade, uma vez que permite que o produtor faça a programação da comercialização dos grãos.

Assim, comparando com o silo metálico, fatores como vida útil, custo de implantação, tempo de construção, mão-de-obra e capacidade de armazenagem, os silo-bolsa representam uma economia de cerca de 40%, ponderando o mesmo volume armazenado em ambos os sistemas.

Aumente o lucro do seu Armazém de grãos

Os silo-bolsas são um meio de armazenagem muito eficiente e que possibilita a redução de custos e, consequentemente, ajuda a aumentar o lucro do Armazém.

Oferecendo tempo de armazenagem de, em média, 18 meses, essas bolsas têm alta durabilidade, com vida útil de cerca de 10 anos.

O custo de investimento também é relativamente baixo para o Armazém. Assim, uma silo-bag exige investimento a partir de R$ 1.500,00. Outro ponto positivo é capacidade de armazenamento das bolsas, que podem suportar de 180 a 250 toneladas por bolsa.

Mantenha a qualidade e segurança dos seus grãos

Uma das grandes vantagens da utilização dessas bolsas é que elas conseguem manter os produtos mais protegidos durante a armazenagem e transporte.

Os silo-bolsa são produzidos com matérias-primas como polietileno e aditivos anti-UV, garantindo a proteção e a integridade dos produtos.

Na parte interna, há ausência de oxigênio, um fator impeditivo de surgimento de fungos, insetos e pragas.

Esse tipo de bolsa diminui as perdas de qualidade devida à armazenagem, perdas essas que podem ser importantes em determinados grãos, principalmente os de consumo humano e inteiros, onde cor e brilho são fatores que refletem na precificação como, por exemplo, o feijão.

Separe e setorize os grãos

Outra vantagem do silo bolsa é a setorização da produção. Sua constituição, formato e forma de alocação permite que o produtor possa separar sua produção de acordo com o tipo de produto.

Desse modo, podem ser divididos os grãos transgênicos dos não transgênicos, de acordo com as datas de colheita, ou ainda, separar a produção levando em consideração às áreas de onde foram colhidas.

Dessa maneira, os produtores podem procurar o preço mais adequado para determinada estratificação dos grãos colhidos.

Utilize o silo-bolsa para ampliar o Armazém

Aumentar a produtividade e melhorar as capacidades de armazenamento com os mesmos recursos é o desafio da maioria dos gestores.

Assim, é preciso buscar o máximo de eficiência, evitando erros e tendo o menor custo possível para garantir que espaço esteja apto para receber maior quantidade de grãos.

Para ampliar o Armazém de grãos, utilizar o silo bolsa se torna uma ótima opção de custo-benefício, armazenagem de acordo com a produção e recebimento dos grãos, além de ser uma opção sustentável.

Conclusão

A etapa de armazenamento dos grãos é crucial para assegurar os esforços investidos durante o cultivo. A escolha do tipo de armazenamento deve se enquadrar à realidade de cada cultura.

Então, o investimento em silo-bolsa vale a pena para o Armazém de grãos?

Com o déficit de unidades armazenadoras, a necessidade de maior espaço e o custo-benefício, os silos-bolsa são um ótimo investimento para o Armazém!

Publicado por:
Coordenador de Consultoria em Gestão com mais de 10 anos de experiência no agronegócio. Especialista em Liderança e Gestão Empresarial e Processos Gerenciais e Administração de Empresas.